GOTAS  DE  CRISTAL

Insaciável é a fome de vida no desejo de amar!...

Textos

A DOR DE UM AMOR IMPOSSÍVEL...
O pranto rola em minha face!...
Sinto o coração apertado,
A alma amargurada...
Uma angústia que me atormenta

Olho o céu azul, a lua cheia
Bela em seu encanto de mulher
As estrelas bailando ao seu redor
A magia da noite convida ao amor

E eu aqui, tão só!... Sofrendo tanto...
A chama da paixão queimando em mim
O querer estar contigo e não poder.
Ao meu redor o silêncio que sufoca...

Querer sentir teus lábios nos meus
As carícias que acendem a paixão
Teu corpo desejado, possuindo-me!
Levando-me ao prazer supremo

Prazer de ser amada, querida!
Em teu rosto, ver o brilho no olhar
A satisfação do homem
Que a uma mulher sabe fazer feliz

Tanto poderíamos viver!...
No entanto o inferno abriu as portas
Calando minh’alma numa amarga solidão
Fazendo-me prisioneira de um sofrer sem fim

A vida passa, para nós não há futuro!
Mais um dia vai surgindo, outra noite insone...
Condenados por um amor proibido
Duras são as penas diante da separação...

Entre lágrimas vejo o sol nascendo...
A cidade acorda para a correria costumeira
Com seus barulhos ensurdecedores.
Queria poder não ver, voar ao infinito...

Mas quem sou eu!?...Apenas mais um alguém
Que terá de fazer de conta que tudo está bem,
Mesmo sabendo que de tristeza
Minh'alma aos poucos vai morrendo!...

Sem futuro, um amor impossível agarra-se ao presente,
alternando momentos de felicidade e dor...

Santo André
SP-BR
Carmen Ortiz Cristal
Enviado por Carmen Ortiz Cristal em 26/02/2007
Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Tela de Claude Monet
Site do Escritor criado por Recanto das Letras